Artroscopia

Vídeo Artroscopia de Quadril, qual a importância dos equipamentos? Dr. David Gusmão

Vídeo Artroscopia de Quadril, qual a importância dos equipamentos? Dr. David Gusmão

Equipamentos para realizar a vídeo artroscopia com segurança! * A Mesa de Tração *
Neste vídeo Dr. David Gusmão demonstra a importância da "mesa cirúrgica de tração" para a realização da videoartroscopia de quadril. Vídeo realizado dentro do centro cirúrgico em um feriado.

Segurança é muito importante para todas as cirurgias. Na cirurgia por vídeo dependemos muito mais dos equipamentos como a "mesa de tração para cirurgia" e dos equipamentos de filmagem para cirurgia ser realizada por pequenos orifícios.

Para saber mais confira o site: davidgusmao.com
Para saber sobre consultas: davidgusmao.com/contato
Facebook: https://www.facebook.com/DrDavidGusmao

SICOT trienial World Congress e Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia 2014

Foi com muita honra que recebi o convite para palestrar neste grandioso evento que neste ano ocorreu no Rio de Janeiro em novembro de 2014.

Página da SICOT: http://www.sicot.org/rio-2014 

 

Minha palestra foi sobre: Videoartroscopia de quadril na técnica outside-in e discussão de casos em mesa redonda moderna.

 

image.jpg

Programa Oficial

21/11/2014 - Sexta-feira

HYBRID ROUND TABLE - HIP PRESERVER SURGERY
SPECIALTY DAY - HIP
08:30 - 09:40 IPANEMA -
(MG) - 08:30 - 09:40 - CARLOS CESAR VASSALO
(SP) - 08:30 - 08:40 - IFA's Astroscopic Treatment - GIANCARLO POLESELLO
(SP) - 08:40 - 08:50 - Treatment of Open IFA - LUIZ SÉRGIO MARCELINO GOMES
(RJ) - 08:50 - 09:00 - Peri-trochanteric painful syndrome - LOURENÇO PEIXOTO
(RS) - 09:00 - 09:10 - Arthroscopy through outside-in technique - DAVID GUSMÃO
(SP) - 09:10 - 09:20 - Complications in hip arthroscopy - HENRIQUE MELO DE CAMPOS GURGEL
(SP) - 09:20 - 09:40 - Case discussion - GIANCARLO POLESELLO
(SP) - 09:20 - 09:40 - Case discussion - LUIZ SÉRGIO MARCELINO GOMES
(RJ) - 09:20 - 09:40 - Case discussion - LOURENÇO PEIXOTO
(RS) - 09:20 - 09:40 - Case discussion - DAVID GUSMÃO
(SP) - 09:20 - 09:40 - Case discussion - HENRIQUE MELO DE CAMPOS GURGEL

video Block
Double-click here to add a video by URL or embed code. Learn more
video Block
Double-click here to add a video by URL or embed code. Learn more

Lesão no quadril do tenista Kei Nishikori em jogo contra Rafael Nadal

O tenista Kei Nishikori sofreu fortes dores no quadril que o impediu de jogar adequadamente contra Rafael Nadal.

Tenis é um esporte individual que exige muitos movimentos rotacionais com baixo centro de gravidade nos quadris o que exige uma articulação com ampla capacidade de movimento rotatório.

A síndrome do impacto femoroacetabular é uma das condições mais comuns que leva a lesões articulares nos tenistas. Causando lesões condrais e labrais que são muito dolorosas. 

imagem: http://www.hitzone.ro/pontul-zilei-nishikori-kei-vs-lopez-feliciano/

imagem: http://www.hitzone.ro/pontul-zilei-nishikori-kei-vs-lopez-feliciano/


Curso Internacional de Cirurgia Preservadora do Quadril - Chile 2014

Dr. David Gusmao embarca hoje para o Chile. Convidado para ministrar 2 palestras sobre artroscopia de quadril em situações especiais e novas fronteiras da artroscopia de quadril.

A ortopedia do Chile tem uma longa tradição em procedimentos preservadores de quadril. Será, com certeza, um evento ímpar.

O hospital Clínica Alemana está sempre situado entre os Top 3 melhores hospitais da America Latina, sendo especialmente forte na área ortopédica.


 

Curso Internacional de Cirugía de Preservación de Cadera
07 y 08 de mayo de 2014

INVITADOS INTERNACIONALES

Dr Martin Beck - Suiça
Dr Bernardo Aguilera - Colombia
Dr Fernando Comba - Argentina
Dr David Gusmao - Brasil
Dr Ricardo Munafo - Argentina

DIRECTORES
Dr. Joaquin Lara
Dr. Dante Parodi
Departamento de Traumatología Clínica Alemana de Santiago

ORGANIZAN
Departamento de Traumatología
Departamento Científico Docente Clínica Alemana de Santiago

PATROCINAN
Sociedad Chilena de Ortopedia y Traumatología
Facultad de Medicina
Clínica Alemana – Universidad del Desarrollo

OBJETIVOS

Actualizar los conocimientos de la Cirugía de Preservación de Cadera, en manejo de la displasia, pinzamiento y artrosis de cadera en el paciente joven .
DIRIGIDO A Traumatólogos Ortopedistas, fisiatras, kinesiólogos, becados y Estudiantes del área de la salud


TEMARIO
Artroscopia de cadera
Manejo de la Displasia
Alternativas de tratamiento del pinzamiento de cadera
Enfoque actual de la epifisiolisis
Cirugía en artrosis inicial en pacientes jovenes Enfermedad de perthes manejo agudo y secuelas Osteotomias alrededor de la cadera
Manejo de complicaciones


Curso Internacional de Cirugía de Preservación de Cadera 07 y 08 de mayo de 2014 Aula Magna Clínica Alemana de Santiago_3
 

IX Congresso Gaúcho de Ortopedia e Traumatologia - Caxias - 2014

Dr. David Gusmão participou do IX Congresso Gaúcho de Ortopedia e Traumatologia em Caxias neste abril de 2014.

Foram realizados aulas e workshop sobre artroscopia de quadril e um treinamento em modelo porcino e modelo plástico.

Aula:  Artroscopia de Quadril - Hoje e para onde vamos.
Workshop: Instrutor em modelo porcino e modelo plástico

Dr. João Lopo de Minas Gerais esteve presente ministrando 2 palestras e durante o workshop atuou como Instrutor.

Na sexta-feira, dia do quadril, Dr. David Gusmão realizou palestra sobre "Artroscopia de Quadril, Pincer e lesões labrais"  , assim como uma excelente discussão sobre os limites da artroscopia e melhores seleção de pacientes para esse método.

Sexta-Feira Palestra: Artroscopia de Quadril, Pincer e lesões labrais

FollowUp - Cali, Colombia - 2014: 3º Curso de patologías de Cadera suscetibles al manejo Artroscópico

O evento em Cali, Colombia, estava sensacional! Ótimo encontrar os amigos novamente e ver que todos estão evoluindo em ritmo acelerado.

É muito bom observar estratégias diferentes para resolver o mesmo problema. Nestes eventos podemos nos reunir em pequenos grupos para comparar métodos e discutir vantagens e desvantagens de cada um.

A experiência do Dr. Damian Griffin e Dr. Hal Martin são excepcionais.

Dr. Griffin tem muita prática com jogadores de futebol (soccer) e isso foi muito importante em nossas discussões, pois os americanos não tem tanta experiência nesta área. Discutimos sobre diversos tipos de lesões nos jogadores de futebol profissionais, amadores e recreativos. É impressionante como esse esporte coloca estresse sobre o quadril e toda musculatura ao seu redor. Dr. Griffin mostrou o centro de reabilitação de Warwick, que é um fenômeno!!! Muito impressionante mesmo! 
Foi muito proveitoso discutirmos sobre as lesões e sobrecargas músculo/tendíneas sobre o quadril e como diferenciar seus sintomas de patologias intra-articulares
Dr. Griffin fez um convite muito especial para visita-lo em Junho!

Dr. Damian Griffin - Warwick - UK

Dr. Damian Griffin - Warwick - UK

Dr. Hal Martin é o mentor da exploração do espaço glúteo profundo. Dores que antes eram chamadas de "síndrome do piriforme" hoje são chamadas de "Dor Glútea Profunda". Essa mudança de nome ocorreu porque hoje se sabe que diversas estruturas podem pressionar/comprimir o nervo ciático no espaço sub glúteo, não apenas o músculo piriforme. Dr. Hal Martin é um mestre do exame físico, pois ele conseguiu uma sistematização e padronização excelente para examinar os pacientes. Usa muitas infiltrações diagnósticas e terapêuticas no quadirl e disse que devemos usar mais pois é de grande valor junto com o exame físico! Ele ficou muito interessado na técnica que usamos para tratar ressaltos do quadril e bursite trocanterica por vídeo. Vamos fazer uma análise multicêntrica destes pacientes, muito provavelmente.

Dr. Hal Martin - USA

Dr. Hal Martin - USA

As causas mais comuns da dor no quadril em mulheres

David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

De acordo com dados do Governo Americano, cerca de 7% dos americanos relatam problemas com dores no quadril, e como outros tipos de dores crônicas existêntes, as mulheres tendem a ter este problema mais do que os homens.

Abaixo estão listadas as causas mais comuns de dor no quadril em mulheres:

(1) Artrite e artrose estão entre as causas mais comuns de dor crônica do quadril em mulheres, isso é causado pelo desgaste da articulação do quadril que afeta as pessoas à medida que envelhecem. A dor provocada pela artrite pode muitas vezes ser sentida na parte da frente da coxa e virilha, por causa de inflamação e inchaço na articulação.

(2) As mulheres que têm osteoporose, que é uma diminuição da densidade óssea e quantidade de cálcio no ósso, são mais propensas a dor quando envelhecem. As mulheres que estão acima dos 65 anos tem uma em cada 5 chances de ter uma fratura de quadril.

(3) Existem tendões ao redor do quadril que ligam os músculos as articulações, eles vão inflamando caso as pessoas façam muitas atividades físicas. A causa mais comum de tendinite na articulação do quadril é a síndrome da banda iliotibial.  De acordo com Marc Philippon, cirurgião ortopédico em Vail, Colorado, diz que "A causa comum de dor no quadril nas mulheres é a bursite".

(4) As mulheres também podem ter hérnias na virilha, o que pode causar dor no quadril. Uma mulher grávida também pode ser suscetível a hérnias inguinais por causa da pressão sobre a parede do seu abdômen durante a gravidez.

(5) A endometriose também pode causar dor pélvica, e muitas mulheres pensam que a dor que sentem provém do seu quadril.

Existem vários tratamentos para a dor no quadril e todos dependem do diagnóstico de um médico. As dores normalmente são causadas por lesões esportivas, que muitas vezes são tratadas com repouso, calor e medicamentos anti-inflamatórios.

Observação Dr. David Gusmão: Essa estatística foi realizada previamente ao conceito do Impacto femoroacetabular. Quando for incluído o Imapacto femoroacetabular, provavelmente, estará entre as 5 causas mais comuns.

Fonte: http://www.everydayhealth.com/hip-pain/five-common-causes-of-hip-pain-in-women.aspx

Atenção: As informações contidas no site expressam a opinião do autor.  As opiniões não tem vínculo com nenhuma instituição. As informações aqui contidas não substituem a avaliação médica. O médico não pode realizar diagnóstico e tratamento a distância ou por e-mail. Consulte um médico sobre problemas pessoais específicos.

Evento em Quito 2012

Evento em Quito | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

“Curso de Artroscopia de Cadera - conceptos,

indicaciones y manejo”

Quito - Equador - Hospital Metropolitano

Foi com grande prazer e alegria que eu aceitei o convite do Dr. Esteban Holguín e Dr. Pablo Cornejo para participar deste evento. Ambos colegas já ingressaram no mundo da artroscopia de quadril e decidiram fazer seu primeiro curso e o primeiro curso de seu país também. Chegando ao aeroporto já se nota a altitude, 2.800 metros. Pegar a bagagem na esteira já não é uma tarefa tão fácil com a falta de ar e respiração ofegante.

O aeroporto é dentro da cidade, logo o hotel, centro e hospital estão muito próximos, o que facilita muito o transporte. Os organizadores cuidaram muito bem de todos os palestrantes, ficamos muito bem instalados no hotel Sheraton. Estavam comigo Dr. Bernardo Aguillera, Dr. Johnny Marques e Dr. Juan Nossa, todos grandes amigos da Colômbia.

Dia 09, fomos cedo para o hospital, onde será o curso. Dr. Pablo Cornejo nos apresentou o Hospital Metropolitano , considerado o melhor de Equador e certificado pela “Joint Comisssion International”. O hospital fica localizado na base de uma montanha, onde inclusive existe um teleférico para subir a 3.945 metros.

O curso foi organizado de forma que os temas, desde ciência básica do quadril até os temas avançados, ficaram muito bem distribuídos, mantendo a atenção do público a todo o tempo. Após cada grupo de palestras, houve uma pausa para discussão, que é sempre uma parte muito boa de todos eventos! Melhor ainda nestes eventos super especializados onde o interesse e as dúvidas são maiores e mais complexas.

David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

Em algum momento entre o início do curso e o almoço, surge uma surpresa. Programaram uma cirurgia ao vivo e me pediram para demonstrar o que faço de diferente em artroscopia de quadril. Fiquei surpreso, porém muito contente, pois me disseram que possuem todos os equipamentos e tem um ótimo centro cirúrgico. Claro que uma certa tensão sempre está presente em cirurgias demonstrativas ao vivo.

O curso foi muito proveitoso a todos, participantes aos palestrantes. Sempre aprendo muito nesses eventos, um dos principais motivos que adoro participar.

Programa do Curso

Cirurgia ao vivo O centro cirúrgico é MUITO bom! A sala onde operamos é extremamente grande e muito cômoda, perfeita para artroscopia de quadril, que depende de muitos equipamentos. O paciente possuía um impacto femoroacetabular tipo misto e quase uma coxa profunda, ou seja: um caso difícil, onde requer correção completa, femoral e acetabular. Até pouco tempo não se realizava esse tipo de correção via artroscópica. Os tratamentos preservadores estão mudando e rápido, muito rápido.

A cirurgia foi muito boa, alias não imaginei que seria tão boa! O sincronismo da equipe Equatoriana; anestesista, instrumentadora (Natalia), circulante e com a grande ajuda do Dr. Pablo Cornejo foram fundamentais. Tenho certeza que estão prontos para se tornar um centro de referência para seu país em cirurgia preservadora do quadril!!! É muito bom ter a chance de participar deste processo de alguma forma.

12
12

Centro Histórico

Após a cirurgia, fomos visitar o centro histórico de Quito. O maior centro histórico da America Latina e patrimônio cultural mundial. Visitamos a igreja La Compañía de Jesús com a ajuda da guia, que nos contou sobre o histórico e lendas do local. Por dentro, a igreja é toda banhada a ouro, existindo uma lenda de que teria 7 toneladas de ouro! Mas esta lenda que foi rapidamente desmentida pela guia. Será???

Fotos centro e igreja

Depois da visita fomos jantar no centro histórico. Fechamento do dia com chave de ouro!

Terminado o curso, fomos ao teleférico, que nos leva a uma montanha de 3.945 metros de altitude. Uma vista espetacular de toda cidade de Quito!

David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

Agradeço muito ao Dr. Esteban e ao Dr. Pablo por esse convite e oportunidade! São novos grandes amigos!

Prevenção contra osteoporose

Prevenção contra osteoporose | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

Três fatores essenciais para manter os ossos saudáveis em toda a sua vida:- Quantidades adequadas de cálcio

- Quantidades adequadas de vitamina D

- Exercício físico regular

Cálcio Homens e mulheres, entre 18 e 50 anos de idade, precisam de 1.000 miligramas de cálcio por dia. Esta quantidade diária aumenta para 1.200 miligramas quando as mulheres atingem os 50 anos e os homens os 70.

Boas fontes de cálcio incluem:

- Baixo teor de gordura dos produtos lácteos - Vegetais folhosos verde escuro - Salmão ou sardinha enlatada com ossos - Produtos de soja - Cereais e suco de laranja enriquecidos com cálcio

Se você achar que é difícil obter quantidade suficiente de cálcio em sua dieta, considere tomar suplementos de cálcio. O Instituto de Medicina recomenda não tomar mais do que 2.000 a 2.500 miligramas de cálcio por dia.

Vitamina D A vitamina D é necessária para o seu corpo absorver o cálcio. Muitas pessoas recebem quantidades adequadas de vitamina D da luz solar, mas isso pode não ser uma boa fonte. Os cientistas ainda não sabem a dose diária ideal de vitamina D. Um bom ponto de partida para adultos é de 600 a 800 unidades internacionais (UI) por dia, através de alimentos ou suplementos. Se os seus níveis sanguíneos de vitamina D são baixos, o médico pode sugerir doses mais elevadas. Adolescentes e adultos podem ingerir até 4.000 unidades internacionais (UI) por dia.

Exercícios Exercícios podem ajudar a construir ossos fortes e retardar a perda óssea. O exercício vai beneficiar os seus ossos, principalmente se você começar a se exercitar regularmente quando jovem e manter por toda a vida. Exercício de treinamento de força ajuda a fortalecer os músculos e ossos de seus braços e parte superior da coluna. Já exercícios de suporte de peso, como caminhar, correr, subir escadas, pular corda e esqui, afetam principalmente os ossos de suas pernas, quadris e inferior da coluna. Natação, ciclismo e exercícios em máquinas podem fornecer um bom exercício cardiovascular, pois são de baixo impacto.

Atenção: As informações contidas no site expressam a opinião do autor. As opiniões não tem vínculo com nenhuma instituição. As informações aqui contidas não substituem a avaliação médica. O médico não pode realizar diagnóstico e tratamento a distância ou por e-mail. Consulte um médico sobre problemas pessoais específicos.

Fonte: Mayoclinic

Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston

Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril – ISHA 2012 – Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

Este ano o congresso (ishameetings.net) da sociedade internacional de artroscopia de quadril (isha.net) foi realizado na cidade de Boston, nos EUA, no final de setembro. Acompanho esse evento desde sua primeira edição e posso afirmar que seu crescimento foi surpreendente, já é um evento consagrado.

Este ano foi especial por 2 razões. Fui convocado por mais de um membro do faculty do ISHA a fazer parte dessa sociedade. Aceitei o convite e me inscrevi como membro internacional, sendo aceito imediatamente. Agradeço aos colegas Dr. Giancarlo Polesello e ao Dr. Marcelo Queiroz pelas recomendações necessárias.

A segunda razão foi resultado, também do estímulo de diversos membros do ISHA, para apresentação de uma técnica desenvolvida por nossa equipe, a artroscopia inferomedial do quadril. É possível visualizar os slides da apresentação em formato de e-Poster. O interessante mencionar é que esse "portal" de acesso ao quadril pela videoartroscopia foi criado pelo Dr. Marco Telöken em 2001 e publicado em abril de 2002 na revista científica americana Artroscopy. A reapresentação dessa técnica é importante para demonstrar sua evolução e refinamento que foi possível com a evolução dos equipamentos da artroscopia do quadril.

Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
dg5
dg5
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia
Congresso Internacional de Artroscopia de Quadril - ISHA 2012 - Boston | David Gusmão | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

Lesões no quadril vão aumentar 32% nos próximos 40 anos

Lesão no Quadril | David Gusmão | Médico Ortopedista | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia

O número de lesões no quadril deve aumentar 32% nos próximos 40 anos. As informações foram publicadas em um relatório da Fundação Internacional para Osteoporose (IOF, na sigla em inglês) e geram um alerta importante: é preciso prevenir a osteoporose, um dos principais fatores para o aumento da incidência desse tipo de fratura.

A osteoporose é uma doença caracterizada pela diminuição de massa óssea, tornando os ossos mais frágeis – e consequentemente mais suscetíveis a lesões. Além do fator genético, a doença acontece em decorrência da queda na concentração hormonal, frequente nas mulheres em período de menopausa e em adultos com mais de 60 anos.

Atualmente, 20% da população brasileira têm 50 anos ou mais. A expectativa do IBGE  - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - é que em 2050 esse índice chegue a 40% da população brasileira. Com o envelhecimento da população, crescerá também o número de pessoas com osteoporose, o que a torna um problema de saúde pública, devido às consequências relacionadas à doença.

Segundo o estudo da IOF, que avaliou cinco países da América Latina, (Argentina, Brasil, Colômbia, México e Porto Rico), a prevalência de osteoporose em pessoas de todas as idades é de 14%. Observando o número de fraturas vertebrais por conta do enfraquecimento da massa óssea, 38% delas acontecem em mulheres com mais de 80 anos. Isso porque o aumento da incidência de osteoporose neste grupo etário também acompanha o aumento de ocorrência de quedas relacionadas a estas fraturas.

O impacto das fraturas

As lesões no quadril são potencialmente graves por ocorrerem com frequência em pacientes que apresentam outras doenças clínicas simultaneamente. Como o tratamento cirúrgico é a opção mais utilizada para tratamento destas fraturas, algumas complicações clínicas podem ocorrer no período pós-operatório. Outra questão a ser discutida é a busca do retorno às atividades diárias do idoso, além da recuperação de sua independência e equilíbrio locomotor, que são alterados após uma queda e consequente fratura do fêmur.

Segundo um estudo divulgado pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, a mortalidade intra-hospitalar nas internações por fratura do fêmur, ao fim de um mês, três meses, seis meses, um ano e dois anos foram respectivamente 5,52%; 4,74%; 11,88%; 10,76%; 19,24% e 24,94%.

Além desses fatores, o custo do tratamento deste tipo de lesão tem um grande impacto para a saúde pública: a estimativa é que no Brasil se gaste até 12 mil dólares, incluindo tempo de internação (que é de, no mínimo, uma semana), os cuidados pré e pós-operatórios, medicamentos, além das sessões de fisioterapia para reabilitação e home care.

O não tratamento traz comprometimentos ainda mais sérios, também com grande risco clínico. O paciente acamado com membro imobilizado apresenta alto risco de complicações como trombose venosa, infecções, embolia, além de grande dificuldade de retornar à sua condição clínica original.

Prevenção, o segredo para controlar o aumento de lesões

As fraturas geralmente ocorrem em situação de quedas, acidentes que acontecem principalmente dentro da residência. Isso também pode afetar a qualidade de vida do idoso, pois ele pode desenvolver medo de cair novamente, e evitar circular pela casa. Por isso, é preciso trabalhar tanto na prevenção das lesões quanto da osteoporose.

Por ser uma doença sem sintomas específicos, muitas vezes só se descobre a osteoporose em situações de desfecho negativo, como uma fratura. O acompanhamento médico e a realização do exame de densitometria óssea, que avalia a densidade mineral óssea, são, portanto, fundamentais para a identificação precoce e tratamento da doença.

Já as quedas podem ser evitadas com um planejamento da organização dos móveis e outros objetos, deixando a casa um ambiente seguro para o idoso. Medidas simples como mudança na iluminação do ambiente, substituição de boxes de vidro por cortinas, instalação de barras de segurança nos banheiros e corredores além da retirada de tapetes escorregadios dos quartos podem ser facilmente adotadas, permitindo que o idoso esteja sempre em segurança!

Fonte: Einstein.com.br

Phillips Idowu

David Gusmão | Médico Ortopedista | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia | Atletas Famosos | Phillips Idowu

Campeão mundial critica Comitê Britânico por duvidar de

lesão

 

O agente do britânico Phillips Idowu, esperança de ouro no salto triplo em Londres, disse que o atleta está decepcionado com o Comitê Olímpico de seu país, que tornou público um pedido para verificar seus registros médicos.

O medalhista de prata em Pequim 2008 e campeão mundial em 2009 recentemente faltou a uma sessão de treinos pré-olímpicos do time britânico em Portugal, sob a alegação de que estaria em uma clínica particular em Londres para tratar uma lesão no quadril. O Comitê afirma que escreveu para Idowu para esclarecer a situação, mas o representante do atleta, Jonathan Marks, acredita que o requerimento deveria ser confidencial e que por isso o saltador está "decepcionado e surpreso".

Marks disse que em nenhum momento o escritório dele recebeu algum pedido do Comitê Britânico e que também não entendeu a decisão do órgão de tornar público o pedido para a divulgação dos exames médicos.

O porta-voz do Comitê Britânico, Darryl Seibel, confirmou que foi feito o pedido a Idowu para que apresentasse seus registros médicos, baseado em uma cláusula de um acordo assinado entre o órgão e os atletas que sustenta que todos têm a obrigação de comunicar qualquer lesão ou doença que possa prejudicar o desempenho em competições. Idowu vem sendo questionado porque ao longo do ano participou apenas de três competições oficiais. Ele está parado desde o início de junho. Antes disso, o saltador abandonou a Liga Diamante de Eugene, nos EUA, por causa da chuva, e a etapa de Londres porque alegou estar com dores no quadril durante o aquecimento.

Veja um infográfico sobre saltos de atletismo:

Fonte: Terra Esportes

XII Congresso Paranaense de Ortopedia 2012

curitiba

23 a 25 de Agosto de 2012

XII Congresso Paranaense de Ortopedia Curitiba - Paraná

É um prazer ser convidado e poder participar deste evento! Serei responsável por 2 palestras:

24/08/12 - Sexta-feira

17h - "Artroscopia de Quadril: acelerando a curva de aprendizado com a técnica outside-in" - 10'

25/08/12 - Sábado

10h40 - "Novas Tendências em artroscopia do quadril" - 10'

II Treinamento em artroscopia do quadril

David Gusmão | Médico Ortopedista | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia | II Treinamento em Artroscopia do Quadril 7

Nos dias 6 e 7 de julho, realizamos o II Treinamento em Artroscopia de Quadril promovido pelo Grupo Implamed/Imact. Nesta edição, tivemos o prazer de receber os seguintes convidados: Dr. Thiago Fuchs de Curitiba - PA, Dr. Thiago Mari de Ribeirão Preto - SP, Dr. Flávio Hanciau de Rio Grande - RS, Dr. Marcos André de Rio Grande - RS. Como convidado especial esteve presente o Dr. Marcelo Queiroz de São Paulo.

Nesses dois dias realizamos treinamentos práticos com videoartroscopia de quadril em modelos porcinos no laboratório da empresa Imact. No laboratório podemos testar diversas técnicas e implantes. Os convidados podem se familiarizar com os instrumentos que são específicos para a articulação do quadril.

Após, realizamos 4 cirurgias de videoartroscopia de quadril. Os participantes puderam observar toda nossa rotina para as cirurgias.

 

Agradeço a todas pessoas que tornaram o evento possível:

Dr. Marcus Crestani - Especialista em Quadril que me auxiliou nos procedimentos cirúrgicos. Dr. Friedrich Bred - Excelente Anestesiologista Assistente Joseane Arruda Instrumentadora Isabel Cristina Pulz Bogowicz Instrumentadora Anajara Rocha Instrumentador Prestes Representante Daniel BockImplamed/Imact Representante Sandro Oliveira - Implamed/Imact Representante Regis Willmann - Implamed/Imact

Blake Griffin

David Gusmão | Médico Ortopedista | Cirurgia de Quadril e Videoartroscopia | Atletas Famosos | Blake Griffin

Lesão no joelho tira Blake Griffin da Olimpíada de Londres

Depois de machucar o seu joelho em um dos treinamentos do time de basquete dos Estados Unidos para a Olimpíada de Londres, o ala-pivô Blake Griffin realizou exames de ressonância magnética e recebeu uma péssima notícia.

Griffin sofreu uma lesão no menisco do joelho esquerdo e não irá se recuperar a tempo de disputar os Jogos Olímpicos. O ala-pivô deve passar por uma artroscopia na próxima semana e deve retornar apenas nos treinos de pré-temporada do Los Angeles Clippers, em outubro. O tempo de recuperação é de oito semanas.

O jogador norte-americano lesionou o mesmo joelho esquerdo em 2009 e teve que ficar de fora da temporada inteira da NBA. O joelho esquerdo também foi o mesmo que ele torceu durante o jogo 5 dos playoffs do último ano contra o Memphis Grizzlies, na primeira fase da pós-temporada da Conferência Oeste.

Além de Blake Griffin, Chris Bosh, Dwyane Wade, Dwight Howard, Derrick Rose, Chauncey Billups e LaMarcus Aldridge também tiveram que ser afastados do time dos Estados Unidos que vai à Olimpíada por conta de uma lesão.

Para o lugar de Blake Griffin, a seleção norte-americana irá ter o ala-pivô Anthony Davis, melhor atleta universitário da última temporada e escolha número 1 do draft deste ano pelo New Orleans Hornets.

Fonte: ESPN Estadão