Quadril

 Articulação do quadril

Articulação do quadril

O quadril é um complexo de ossos, cartilagem, ligamentos e músculos. É uma grande região que se estende para as coxas e virilhas. Um mau funcionamento em qualquer parte desta grande área pode causar dor e diminuir a mobilidade desta articulação. Apesar de seu grande tamanho, a articulação do quadril é suscetível a lesões a partir de um golpe ou queda, bem como do desgaste natural.

Em pessoas mais jovens, muitas vezes, é uma lesão súbita ou colisão que causa lesão no quadril (impacto femoroacetabular), embora anormalidades anatômicas e o atletismo também possam desempenhar um papel importante para o aparecimento de lesões. Enquanto isso, nas pessoas com idade avançada, a erosão gradual da cartilagem que reveste e protege a articulação do quadril pode causar dor e diminuição progressiva de movimento. Aproximadamente cerca de 76% das fraturas no quadril ocorrem em mulheres.

Muitas vezes a artroplastia total do quadril se torna necessária, pois ela traz o alívio da dor e a mobilidade ao paciente. Mas o tratamento depende da causa do problema, da pessoa, da idade e de outros fatores individuais.

Mais recentemente, há 10 anos,  a artroscopia do quadril entrou definitivamente no arsenal de tratamento para dores no quadril. Principalmente quando se deseja preservar a articulação do quadril "original" por mais tempo, tentando-se evitar o uso precoce de uma artroplastia do quadril.

Nas mulheres, a bacia é mais larga e os ossos são mais leves do que nos homens, mas a estrutura da articulação do quadril é a mesma. Graças ao ajuste perfeito, juntamente com o revestimento liso da cartilagem e os ossos do sinoviais, fluído lubrificante no espaço entre eles, o atrito entre a cabeça femoral e o acetábulo, em um quadril saudável, é muito pequeno.

A articulação do quadril é cercada por uma cápsula articular forte composta por quatro ligamentos, o mais importante do iliofemoral, um feixe bastante resistente, situado anteriormente à articulação, está intimamente unido à cápsula e serve para reforçá-la. Estes tecidos mantêm o quadril em movimento para uma posição extrema, que poderia deslocar a articulação. Os tendões também estendem o quadril, enquanto os flexores (um complexo muscular que vai da parte inferior das costas para frente da coxa) ajudam a flexionar o quadril quando se levanta a perna para frente. Músculos da virilha e abdômen também estão envolvidos no movimento do quadril.

O quadril é uma articulação do tipo bola e soquete, na qual a cabeça do fêmur, esférica, se relaciona com a cavidade da bacia, o acetábulo, que tem a forma côncava. Quando existe qualquer alteração no formato da cabeça ou do acetábulo haverá um impacto entre essas partes, o que irá provocar a destruição da cartilagem articular e a consequente artrose. Ligamentos de suporte permitem uma grande amplitude de movimento, enquanto os quadris suportam o peso da parte superior do corpo.

Fonte: Livro Knees and Hips

Atenção: As informações contidas no site expressam a opinião do autor. As opiniões não tem vínculo com nenhuma instituição. As informações aqui contidas não substituem a avaliação médica. O médico não pode realizar diagnóstico e tratamento a distância ou por e-mail. Consulte um médico sobre problemas pessoais específicos.