.title-desc-wrapper .dt-published.published.post-date { display: none; }

Precisa de um quadril novo? Algum dia você irá “criar” o seu!

Reportagem do USA TODAY por Dennis Thompson, HealthDay

Em uma década ou mais, as pessoas que agora clamam por novas articulações de metal e de cerâmica poderão ser capazes de ter um substituto totalmente funcional biológico – uma articulação nova que cresceu dentro de seus próprios corpos para sua fisiologia específica.

Até o momento, os pesquisadores têm conseguido “crescer” com sucesso articulações do ombro em coelhos, usando um implante biológico como “molde” sobre o qual desenvolveu uma nova cartilagem e osso, de acordo com um estudo publicado no the Lancet.

Bioscaffold em úmero de coelhos

Bioscaffold em úmero de coelhos

“É definitivamente um grande passo”, disse o Dr. Thomas A. Einhorn, presidente da cirurgia ortopédica e um professor de ortopedia, engenharia bioquímica e biomédica da Universidade de Boston e um porta-voz da American Academy of Orthopaedic Surgeons. “É um trabalho excelente.”

No entanto, as pessoas com artrite ou condições articulares degenerativas não devem esperar esse avanço médico qualquer momento no futuro imediato. O uso clínico da nova tecnologia ainda deve ter uma década ou mais de distância, disse Einhorn e Dr. James L. Cook, um veterinário e diretor do Laboratório de Ortopedia comparativa da Universidade de Missouri, e um membro da equipe de pesquisa.

“Você provavelmente está olhando para oito a 10 anos antes que se torne amplamente disponível”, disse Cook. “Eu digo a todos que estamos trabalhando o mais duro que podemos. Eu recebo um monte de telefonemas de pacientes que dizem, ‘eu vou voar até aí assim que puder, eu vou pagar o que eu tenho que, eu vou assinar o que quer que você quer que eu. Eu não quero metal ou plástico. Eu não quero uma articulação artificial. “

O novo processo funciona por implantar na articulação danificada que é chamado de bioscaffold, que tem sido administrado com um medicamento conhecido como fator de crescimento transformador beta-3. A droga estimula as células do próprio corpo – as células-tronco incluído – para se tornar a cartilagem e células ósseas.

O molde é feito a partir de policaprolactona, um plástico biodegradável, e hidroxiapatita, um mineral natural encontrado nos ossos e dentes.

Pesquisadores removeram a cabeça do úmero inteiro – a parte esférica de articulações bola-e-soquete ombro – de coelhos usados como cobaias e depois implantaram os moldes para crescer um substituto biológico para a peça que faltava.

“A estabilidade precisa ser testada”, disse ele. “Será que vai ser capaz de suportar o desgaste que ocorre através do uso diário, ou é algo que apenas parece ser bom agora, mas se decompõem rapidamente?”

Cook tem grandes esperanças de que as articulações de reposição biológica serão muito superiores a articulações artificiais usadas agora, fornecendo aos pacientes um maior grau de função.

“O plástico se desgasta. Mesmo o metal pode se desgastar. Uma junta biológica pode realmente melhorar ao longo do tempo, uma vez que se adapta ao seu corpo. ”

E apesar de animado e intrigado com a pesquisa, Einhorn adverte que as pessoas não devem ter esperanças muito cedo.

“Não é uma resposta para o paciente de meia-idade que sofre de artrite agora, mas pode ser uma resposta para o paciente de meia-idade que sofre de artrite nos próximos 10-20 anos”, disse ele.

Updated 8/12/2011 4:43 PM

* Tradução Livre David Gusmão